Combat changes

6 th August 2009 - First steps towards closer relations between Brazil and the United States were given yesterday, with the coming of the special envoy for climate change, Todd Stern

Os primeiros passos no sentido de estreitar relações entre Brasil e Estados Unidos foram dados ontem, with the coming of the special envoy for climate change, Todd Stern. Autoridade máxima norte-americana nas questões ambientais daquele país, Stern veio à capital amazonense por conta de articulação do presidente Barack Obama e do Governo do Estado.

Na avaliação do titular da Secretaria de Estado de Planejamento do Amazonas (Seplan), Denis Minev, a vinda do "mais importante representante norte-americano em mudanças climáticas a Manaus" foi de grande importância. A intenção do encontro, segundo Minev, foi mostrar um pouco do que tem sido feito pelo Governo para redução de emissões de gases efeito estufa e preservação da biodiversidade, e "ver como é possível contribuir para solidificar as relações entre Brasil e Estados Unidos", complemented.

Sobre uma futura visita do presidente Barack Obama ao Estado, o secretário não antecipou nenhuma data. O próximo encontro no sentido de promover alternativas para o acordo que substituirá o protocolo de Kyoto (a ser assinado em 2012) está marcado para outubro, reforçou Denis. Será na Califórnia, com a presença de governadores da Amazônia, dos EUA, Canadá e México.

Ainda no âmbito das discussões acerca do novo acordo de regulação climática, o ministro de Energia e Mudanças Climáticas do Reino Unido, Ed Miliband, tratou da questão em seminário na Universidade de São Paulo, USP, com a os professores da instituição, José Goldenberg e Jacques Marcovitch e, also, do ex-ministro Luiz Fernando Furlan.

Todd Stern conhece programas

Durante a visita ao Amazonas, que durou um dia, Todd Stern conheceu ações locais para mitigação das mudanças climáticas, como o projeto de desmatamento evitado em desenvolvimento pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS), Reserve in the Juma Sustainable Development, situada no Município de Novo Aripuanã (a 225 quilômetros ao sul de Manaus, no rio Madeira), e o programa Bolsa Floresta, among other. O projeto foi apresentado pelo diretor técnico científico da FAS, João Tezza. Stern conheceu ainda na companhia da comitiva do Governo Estadual o Encontro das Águas, num passeio de que começou do porto do Tropical Hotel.

"É um momento muito especial e de intenso trabalho. Com Obama, os EUA passaram a dar grande atenção às mudanças climáticas. Algo que a administração anterior ignorava", declarou Tezza. "Ele (Todd Stern) recebeu muito bem nossa abordagem. In our understanding, e do governo do Amazonas, defendemos a adoção de mecanismos de mercado e fundo de governo. Os dois convivendo para a redução de gases de efeito estufa", pontuou Tezza.

A iniciativa em trazer o comissário norte-americano ao Brasil faz parte de uma política de ações em torno das negociações mundiais para o acordo que regula as relações internacionais de controle ambiental climático, o tratado de Kyoto. O ápice deve acontecer na Dinamarca, in Copenhagen, durante a 15ª Conference of the Parties to the UN Climate Change, no mês de dezembro. Stern participa, today, in Sao Paulo, de uma sessão de perguntas por jornalistas.
 

Newsletter