FAS, Governo do Amazonas e Grupo Pão de Açúcar fecham parceria para desenvolvimento de cadeias produtivas no Estado

26 de março de 2011 - Com o objetivo de desenvolver a cadeia sustentável de produtos da Amazônia, como a castanha-do-brasil, o açaí e o pirarucu, […]

Fonte: Assessoria de comunicação - Fundação Amazonas Sustentável

Com o objetivo de desenvolver a cadeia sustentável de produtos da Amazônia, como a castanha-do-brasil, o açaí e o pirarucu, foi assinado hoje (26/03) um acordo de cooperação mútua entre o Grupo Pão de Açúcar, o Governo do Estado do Amazonas e a Fundação Amazonas Sustentável (FAS). O acordo foi assinado ao final do Fórum Mundial de Sustentabilidade, realizado no Hotel Tropical, em Manaus (AM-Brasil), de 24 a 25 de março.

Parceria FAS, Governo e Pao de Acucar (alex pazuello)

Representantes da FAS, Pão de Açúcar e Governo do Estado assinam acordo (fotos: Alex Pazuello)

O Governo do Amazonas, por meio das secretarias de estado de Produção Rural (Sepror), Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SDS), a Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) e o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal do Amazonas (IDAM), dará contrapartida técnica e articulação do governo em ações voltadas à sustentabilidade da produção de pirarucu, açaí e castanha-do-brasil.

Entre as responsabilidades da FAS no acordo está a de manter o compromisso de investimento no Programa Bolsa Floresta, que estimula a geração de renda através da produção sustentável nas Unidades de Conservação do Estado, além da articulação com as comunidades locais para o desenvolvimento de infraestrutura, capacitação e o contato direto com compradores.

Superintendente-geral da FAS, Virgilio Viana, assinando o acordo

“A parceria com o Pão de Açúcar culmina num trabalho que é um dos princípios e objetivos da Fundação que é a desintermediação com agregação de valor dos canais de valorização e escoamento da produção das unidades de conservação”, afirma o presidente do Conselho de Administração da FAS e ex-ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (2003 a 2007), Luiz Fernando Furlan.

O documento prevê ainda que caberá ao Grupo Pão de Açúcar ampliar a compra do pirarucu, que, em 2010, foi de apenas cinco toneladas, diante das 60 mil toneladas de peixe comercializadas pela rede. Caberá ao GPA também identificar os produtos provenientes do bioma Amazônia que a rede de supermercados comercializa e certificar-se que eles cumprem critérios sociais e ambientais.

 O representante do Grupo Pão de Açúcar, Paulo Pompilio, fala do entusiasmo e confiança do grupo diante da parceria: “Acreditamos muito no potencial e na qualidade dos produtos da Amazônia, daí a importância que damos a esse acordo com o Governo do Amazonas, por meio de suas secretarias, e a FAS, para que possamos criar valor para essa cadeia, garantindo a distribuição dos produtos em todas as nossas lojas”, afirmou.

Para o governador do Estado, Omar Aziz, a parceria mostra sua importância diante da capacidade de distribuição da maior rede de varejo do Brasil. “São mais de 60 lojas no Brasil e isso é muito importante. Essa parceria trará qualidade ao produto que irá para a prateleira, temos assim a possibilidade de agregar valor e gerar renda para nossas famílias”, afirmou.

 

Newsletter