Participantes do 2º Fórum Mundial de Sustentabilidade visitam reserva no Amazonas

29 de março de 2011 - A convite da Fundação Amazonas Sustentável, participantes do FMS conheceram o Programa Bolsa Floresta e a gastronomia regional das alunas do Curso de Gastronomia da RDS Rio Negro

Fonte: Felipe de Paula e Monick Maciel/FAS

 

Depois de participarem do 2º Fórum Mundial de Sustentabilidade, realizado de 24 a 26 deste mês em Manaus (AM), cerca de 50 pessoas – entre empresários, ambientalistas, jornalistas e membros de governos – visitaram o Núcleo de Conservação e Sustentabilidade na comunidade Tumbira, localizado na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Negro.

Na chegada à comunidade, o superintendente-geral da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), Virgilio Viana, apresentou aos visitantes, dentre eles a atriz e ativista ambiental Christiane Torloni e a artista plástica Bia Doria, o funcionamento do Programa Bolsa Floresta, atualmente o maior programa de pagamentos por serviços ambientais em extensão, com mais de 10 milhões de hectares de floresta preservada.  

Superintendete da FAS, Virgilio Viana, apresenta Núcleo de Conservação e Sustentabilidade

Superintendente-geral da FAS, Virgilio Viana, apresenta o Núcleo de Conservação e Sustentabilidade aos visitantes (foto: Monick Maciel)

 

Logo após, a comitiva conheceu a estrutura do Núcleo, que funciona como projeto de apoio ao Programa Bolsa Floresta, formada por uma escola, um posto de saúde, alojamento para alunos, casa do professor e base operacional do programa, além de espaço reservado para cursos voltados às demandas das comunidades locais.

Saiba mais sobre os Núcleos de Conservação e Sustentabilidade aqui 

   

Alta gastronomia na beira do rio

 

Chef Adalberto Vieira e aluna no curso de culinária

Chef Adalberto Vieira e Yolanda Oliveira, aluna do curso (Foto: Felipe de Paula)

 

O primeiro curso de gastronomia do Núcleo de Conservação e Sustentabilidade Agnelo Uchôa Bittencourt, na RDS Rio Negro, foi realizado na semana do 2º FMS, pelo chef paulistano Adalberto Vieira, e teve como “jurados” de sua prova final os visitantes da comunidade Tumbira.

Christiane Torloni usou o adjetivo “divino” ao provar o mousse de cupuaçu feito pelas alunas e, ao ser questionada sobre o almoço, afirmou: “Vou ter que voltar a nado para o rio, porque eu comi tanto…!” brincou.

Assista o vídeo em que a atriz fala do Programa Bolsa Floresta e do almoço servido pelas alunas do curso no link http://www.youtube.com/fasamazonas#p/a/u/0/TSL0nfik674

Participaram do curso ribeirinhos de nove comunidades da reserva. Esta iniciativa faz parte dos cursos complementares previstos para os Núcleos de Conservação e Sustentabilidade construídos nas Unidades de Conservação do Amazonas.

O chef Adalberto Vieira falou da importância do curso para as comunidades e de sua impressão sobre as alunas do curso. “Foi excepcional! As mulheres da comunidade são muito interessadas, têm bom corte, aprendem rápido. Isso vai ser muito bom para quando receberem turistas”, afirmou o chefe.

Como a RDS Rio Negro tem um potencial muito grande para o turismo, a ideia é fazer com que o conhecimento do curso seja colocado em prática em breve. “A gente pode aprimorar o estilo da nossa comida. Nossa comunidade tem um potencial muito grande pro turismo e montar um restaurante lá é um sonho pra gente”, afirma a Yolanda Oliveira da Silva, da comunidade Saracá.

Newsletter