Programa Ciência na Escola leva iniciação científica a alunos dos Núcleos

12 de abril de 2012 - Parceria entre a FAS e a FAPEAM contou com a participação de 74 estudantes de três Núcleos de Conservação e Sustentabilidade

 
Participantes da RDS Rio Negro posam com certificado do Ciência na Escola

Jovens alunos, moradores das Reservas de Desenvolvimento Sustentável (RDSs) do Juma, Mamirauá e Rio Negro, estão tendo a oportunidade de desenvolver a curiosidade e o método científicos, além de terem a possibilidade de descobrir que é possível fazer ciência até no quintal de casa.

Tudo isso através do Programa Ciência na Escola ?? PCE, que tem como objetivo a participação de professores e estudantes de escolas pUblicas do Amazonas no processo de produção científica.

Parceria entre a Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), o Programa envolveu 74 alunos dos NUcleos de Conservação e Sustentabilidade (NCSs) localizados nas RDSs do Juma, Mamirauá e Rio Negro, que participaram da elaboração de 11 projetos.

Comunitários acompanharam as apresentações na RDS do Juma (Acervo dos NUcleos/FAS)

Os trabalhos abordaram temas como diagnóstico socioeconômico e produtivo das unidades de conservação, nutrição familiar, educação ambiental e ciências da natureza. Muitos dos trabalhos já deixaram frutos na comunidade, como o projeto Agricultura Sustentável, da RDS do Rio Negro, onde as técnicas aprendidas já estão sendo aplicadas no cultivo de hortaliças utilizando o composto orgânico.

Entre os dias 15 e 30 de março, uma comissão formada por representantes da FAS, da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino – SEDUC e da FAPEAM acompanhou a apresentação dos projetos nos próprios nUcleos. A exposição foi aberta à sociedade civil, contando com a presença de representantes dos governos locais.

“Nossos alunos mostram que podem fazer ciência junto com a comunidade, mostrando o valor do conhecimento sobre a riqueza que os cerca e despertando potenciais grandes cientistas da floresta”, comemora a supervisora pedagógica da FAS, Venina Saavedra.

 

Newsletter