II Intercâmbio de Saberes reúne jovens de unidades de conservação em Manaus

28 de outubro de 2013 - Encontro promovido pela FAS é destinado a alunos e professores dos Núcleos de Conservação e Sustentabilidade

 
Abertura do II Intercâmbio de Saberes, no Auditório Lidia Parisotto | Foto: Felipe Lobo/FAS

Foi aberta na manhã desta segunda-feira (28) a segunda edição do Intercâmbio de Saberes, o encontro de alunos dos NUcleos de Conservação e Sustentabilidade (NCSs) da Fundação Amazonas Sustentável (FAS). Durante uma semana, cerca de 40 participantes visitarão lugares importantes e históricos de Manaus, por meio de uma parceria da FAS com a Secretaria de Estado da Educação e Qualidade de Ensino (Seduc).

Participam do evento estudantes das Reservas de Desenvolvimento Sustentável (RDSs) do Juma, Uatumã, Rio Negro e Mamirauá, além da Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Negro. Nesta manhã, os participantes foram apresentados à realidade de outros NCSs, através de uma mostra de vídeos produzida por alunos e professores. Pela parte da tarde, eles participarão de uma oficina de comunicação, voltada à produção de vídeos e fotografias, em parceria com a TV da Universidade Federal do Amazonas (TV Ufam).

Amanhã, os alunos conhecerão o Teatro Amazonas, o recém-inaugurado Mercado Adolpho Lisboa, no centro de Manaus, e a Ponte do Rio Negro, que interliga a capital ao município de Iranduba. Também está programada uma visita ao Centro de Educação em Tempo Integral (Ceti) Áurea Braga, no bairro Compensa, seguida de um passeio por um igarapé da zona oeste. O objetivo é conscientizar os alunos da importância da conservação dos rios e lagos de onde vivem. No dia seguinte, eles visitarão o campus universitário da Ufam, além das instalações industriais da Samsung da Amazônia, no Distrito Industrial.

A quinta-feira será marcada pela visita ao Centro de Mídias da Seduc, onde são geradas as imagens do ensino via mediação tecnológica para todo o Estado, além de uma conversa com o secretário de Estado da Educação, Rossieli Soares. Na sexta-feira, dia 01, os alunos conhecerão o Centro de Instruções de Guerra na Selva (Cigs), durante toda a manhã.

Experiências

Eduardo Costa Firmino (15) é estudante do 8° ano da Escola JW Marriott, na RDS do Juma. Para ele, a expectativa é conhecer espaços que apenas tinha visto pela televisão.

“Estou muito feliz, pois vou conhecer novas pessoas. Nunca tinha vindo à Manaus, é a primeira vez que vou ver lugares que só tinha visto pela TV. Conhecer o Teatro Amazonas, a história da cidade. São coisas que somente a educação pode trazer”, comenta.

Para a professora Edineide de Freitas Ramos, do NCS Samuel Benchimol, o evento é uma oportunidade para alunos conhecerem as diferenças entre a tranquilidade da comunidade e o estresse do meio urbano.

“Para os alunos, é uma grande oportunidade de conseguir novos conhecimentos. Eles vão poder observar o contraste que é viver em uma comunidade distante de uma cidade grande e a vida de uma cidade movimentada como esta. Lá eles se transportam por rabeta, canoa. Aqui eles andam de carro, no trânsito, com várias outras pessoas ao lado. Muito mais estressante”, comenta.

Newsletter