Seminário sobre educação em comunidades ribeirinhas começa nesta quinta-feira

19 de agosto de 2014 - Instituto Ayrton Senna, Fundações Bradesco e Roberto Marinho são uma das instituições que estarão presentes no evento

 
Iniciativa entregou 2.267 revista nas comunidades| Foto: Bruno Kelly

O seminário “Educação do Campo na Amazônia: Realidade, Utopia e Fazimentos”, acontecerá nos dias 21, 22 e 23 de agosto, em Manaus (AM), com a participação de gestores, diretores, professores e pesquisadores do Amazonas. O evento é fruto de uma parceria entre a Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e o Fundo das Nações Unidas para a Criança (UNICEF), com o apoio da Secretaria Estadual de Educação (SEDUC).

O seminário acontecerá pela primeira vez no Amazonas, com a proposta de analisar a realidade atual da educação em comunidades ribeirinhas. Pesquisas sobre a qualidade de ensino em zonas do interior do Estado revelam ser este um dos principais desafios do Estado. Além disso, o evento também discutirá metas e deverá propor soluções inovadoras para uma educação que contribua com o desenvolvimento sustentável na região.

O Seminário terá dois dias de palestras e rodadas de discussões na FAS, com a presença do superintendente geral da FAS, Virgílio Viana; do diretor de escola da Fundação Bradesco em Tocantins, Ricardo Rehder de Figueiredo; do coordenador nacional de Educação do Unicef, Marcelo Mazzoli; do diretor geral da Fundação Darcy Ribeiro, Paulo Ribeiro; a gerente de meio ambiente da Fundação Roberto Marinho, Andrea Margit; da coordenadora de Educação do Instituto Ayrton Sena, Inês Kissil.

No Ultimo dia, está prevista uma visita à Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Rio Negro, para conhecer o NUcleo de Conservação e Sustentabilidade (NCS) Agnello Uchôa Bittencourt, na comunidade Tumbira. O NCS está ligado ao Programa de Educação e SaUde da FAS voltado para ampliação e qualificação da oferta de serviços pUblicos de saUde e educação para as comunidades ribeirinhas.

A iniciativa visa apoiar o poder pUblico para levar mais serviços de saUde e educação às Unidades de Conservação (UCs) estaduais atendidos pelo Programa Bolsa Floresta, tendo como estrutura de referência nas UCs, sete NUcleos. Eles têm o papel de promover e incentivar ações de educação, funcionando como escolas, apoio à saUde e ao empreendedorismo, além de servir de base para a pesquisa e inovação nas reservas. A cada ano, o nUmero de matriculas aumenta. Em 2013, foram 628 alunos matriculados.

SERVI?O

Assunto: Seminário “Educação do Campo na Amazônia: Realidade, Utopia e Fazimentos”

Abertura: 9h

Data: 21, 22 e 23 de agosto

Local: auditório D. Lidia Parisotto, sede da FAS, Rua Álvaro Braga, 351, Parque 10 de Novembro, Zona Centro-Sul

 

Newsletter