Governador José Melo toma posse como membro do Conselho da FAS e assume compromisso com parceria institucional

30 de março de 2015 - Conselho de Administração da FAS e superintendentes participaram de reunião na sede do Governo do Amazonas

 

O governador do Amazonas, José Melo, recebeu, na tarde desta segunda-feira (30), o Conselho de Administração (CAD) da Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e os superintendentes da instituição, na Sede do Governo do Estado, em Manaus. No encontro, Melo se comprometeu a assinar termo de cooperação entre o Governo do Estado e a FAS, além de ter tomado posse oficialmente como membro no Conselho da Fundação.

Participaram da reunião os secretários de Meio Ambiente (Sema), Antonio Ademir Stroski, e de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia (Seplanct), Thomaz Nogueira, além do presidente do CAD, ex-ministro da IndUstria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, e dos conselheiros Mário Mantovani e Roberto Klabin (SOS Mata Atlântica), Lírio Parisotto (Videolar), Victor Fasano e Cristiane Torloni (Amazônia Para Sempre), Luis Fidelis (Coipam), Denis Minev (Bemol/Fogás), e o diretor da FAS, Antônio Firmin. Estiveram presentes também os superintendentes técnico-científico da FAS, Eduardo Taveira, e administrativo-financeiro, Luiz Villares.

Durante a reunião, o governador elogiou o trabalho da FAS e manifestou interesse em aumentar a parceria com a instituição. “Essa parceria é muito importante porque tanto a Fundação quanto o nosso Governo tem o compromisso com a busca do desenvolvimento sustentável para os ribeirinhos, e também a manutenção dessa floresta para que ela possa gerar recursos de forma sustentável para nossos caboclos. São iniciativas convergentes e por isso há uma necessidade muito grande de cada vez mais nosso governo e a FAS tratarem de políticas pUblicas em comum. Acertamos aqui que, usando a estrutura que a FAS tem, e a estrutura do Governo, a gente pode chegar aos nossos irmãos ribeirinhos de forma mais rápida e mais célere, gerando conforto e também mais oportunidade para eles”, destacou José Melo.

Para o superintendente-geral da FAS, Virgílio Viana, a receptividade do governador e interesse em realizar mais ações em conjunto continuará favorecendo o trabalho nas Unidades de Conservação (UCs) do Amazonas no desenvolvimento sustentável. “A manutenção da parceria com o governo é importante para programas como o Bolsa Floresta e o programa de Educação desenvolvidos pela FAS, que levam melhoria de qualidade de vida e geração de renda para os ribeirinhos. Para a FAS, essa parceria reforça o nosso potencial como uma instituição capaz de desenvolver novas tecnologias e metodologias que podem servir de referência para o processo de formulação e implementação de políticas pUblicas pelo governo do Amazonas, além de outras instituições governamentais e não governamentais”, afirmou.

Atualmente, a FAS atua em 16 UCs estaduais, em parceria com o Governo do Estado por meio da Sema. São atendidas 574 comunidades ribeirinhas pelos programas Bolsa Floresta (PBF), Educação e SaUde (PES), e Soluções Inovadoras (PSI).