Seminário debate inovação e Agenda 2030 na Amazônia

26 de outubro de 2016 - O evento fez parte da 5ª Semana de Inovação Suécia-Brasil, que vai dos dias 17 a 31 de outubro

 
Esquerda p/Direita - Prof. Carlos Bueno (INPA), Estevão de Paula (SEPLANCTI), prof. Virgilio Viana (FAS), Miakel Román (Embaixada da Suécia), Diego Brandão (Amazonia Socioambiental) | Foto : Mariana Filizola

Nesta quarta-feira (26) foi realizado na sede da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), o seminário Desafios e Soluções Inovadoras para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) na Amazônia, numa parceria com a Embaixada da Suécia. O evento faz parte da 5ª Semana de Inovação Suécia-Brasil, que vai dos dias 17 a 31 de outubro, com eventos paralelos em cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Recife e Curitiba.

Segundo Per-Arne Hjelmborn, Embaixador da Suécia no Brasil que abriu o evento em Manaus, essa é a edição mais ambiciosa da Semana da Suécia, com eventos simultâneos em temáticas como mineração, tecnologia e desenvolvimento sustentável. O evento trouxe discussões sobre desafios e oportunidades na área ambiental, e, segundo ele, veio de encontro a uma agenda mundial voltada para a temática: “O tema e o momento da realização desse evento é perfeito. Afinal, estamos apenas a alguns dias da realização da COP22 em Marrakesh, onde esperamos que passos importantes sejam dados para alcançar os ODS a nível mundial” afirmou o Embaixador.

O seminário contou com a participação de acadêmicos, representantes de ONGs e empresas atuantes na região. Durante toda a manhã foram apresentados projetos na área ambiental que envolvem empreendedorismo e soluções criativas para desafios locais. Ao final, um painel de discussão com os participantes incentivou a interação entre os três setores. Segundo Estevão de Paula, da Secretaria de Estado de Planejamento, Ciência e Tecnologia (Seplancti), o incentivo ao empreendedorismo no ensino é essencial para o surgimento de soluções inovadoras: “Incentivar o a inovação é uma cultura que deve começar desde cedo, na escola. Ela estimula a criatividade e constrói uma população voltada aos desafios e à competitividade, que tem tudo a ver com inovação e empreendedorismo” afirmou. Experiências como da Incubadora do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazonia (INPA) e da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) mostram que o empreendedorismo aliado à educação pode também levar a pesquisa para a prática: “A pesquisa deve ser, acima de tudo, um instrumento de ação social” confirmou Carlos Bueno, pesquisador do INPA.

Para Virgilio Viana, “o encontro é uma oportunidade de aproximação entre o Brasil e a Suécia, mostrando que possuem uma sinergia voltada aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS)”. Nesse contexto, a Suécia tem procurado investir no Brasil não apenas por meio de acordos, mas na promoção de debates voltados soluções inovadoras: “Novos desafios requerem novas soluções, que nos pedem novos atores e formas de pensar. Afinal, não serão apenas os atores de hoje que mudarão o mundo. Nossa mensagem, por isso, seria: que continuemos a trocar idéias em busca de oportunizar soluções” encerrou Mikael Román, painelista do evento e membro da Agência Sueca de Políticas de Crescimento.

Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) foram definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU), e representam o novo paradigma para nortear as ações direcionadas ao desenvolvimento sustentável para governos, empresas e sociedade civil no período de 2015 a 2030. São 17 objetivos e 169 metas que devem servir como uma bUssola para uma reorientação dos rumos do atual processo de desenvolvimento em todo o planeta.

Newsletter