Projeto de inclusão financeira da FAS e Bradesco ganha o Prêmio Latinoamerica Verde

18 de outubro de 2016 - Projeto esteve entre os 10 mais inovadores da América Latina, de 1400 iniciativas inscritas

 
Projeto é desenvolvido nas RDS Rio Negro, Piagaçu-Purus e Uacari | Foto: Alex Pazuello

Por Mariana Filizola

O projeto de inclusão financeira para comunidades ribeirinhas, uma parceria do Bradesco com a Fundação Amazonas Sustentável (FAS), venceu no Ultimo mês o Premio Latinoamerica Verde na categoria Finanças Sustentáveis. Em cerimônia realizada no dia 26 de agosto em Guayaquil, foram premiados dez projetos sustentáveis inovadores na América Latina. No total, vinte e cinco países inscreveram 1.400 ideias, em categorias como água, floresta, gestão urbana e desenvolvimento humano. O jUri foi composto por membros do WWF, Banco Mundial e Organização das Nações Unidas (ONU).

Iniciado em 2011, o projeto de inclusão financeira é responsável pela instalação das unidades do Bradesco Expresso, os primeiros postos de atendimento bancário dentro de unidades de conservação no Brasil. A iniciativa facilita a circulação de recursos nas comunidades e tem impacto na vida de mais de 8.000 ribeirinhos nas unidades em que já foram instalados, como as Reservas de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Piagaçu-Purus e a do Uacari, a 173km e 800km da capital amazonense, respectivamente. As unidades facilitam também o acesso aos benefícios do Programa Bolsa Floresta (PBF), atendendo à linha de ação da FAS de promover estratégias integradas de soluções para o desenvolvimento sustentável por meio do incentivo à economia local.

Newsletter