Superintendente da FAS convida pessoalmente Papa Francisco para visitar a Amazônia

31 de outubro de 2016 - Encontro aconteceu no Vaticano, onde foi realizado o Simpósio Internacional dos Jovens para o Desenvolvimento Sustentável

 

O superintendente-geral da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), Virgilio Viana, entregou pessoalmente a Sua Santidade o Papa Francisco um convite para visitar a Amazônia em 2017. O histórico convite aconteceu neste domingo (30) no Vaticano, durante o 3º Simpósio da Juventude do Vaticano, realizado pela Pontifícia Academia de Ciências do Vaticano e a Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável (SDSN), órgão vinculado à Organização das Nações Unidas (ONU).

Na oportunidade, o Papa Francisco recebeu das mãos de Virgílio uma carta assinada em conjunto com o Arcebispo de Manaus, Dom Sérgio Castriani, que externa a satisfação da Arquidiocese e da cidade de Manaus em receber Sua Santidade em solo amazonense.

“A entrega foi emocionante: o Papa Francisco foi muito simpático, apertou a minha mão, ouviu e recebeu muito bem o convite. A Amazônia, o Brasil e o planeta estão precisando de um compromisso mais sério com o desenvolvimento sustentável, e a palavra do Papa será muito importante para isso”, destaca o superintendente Virgilio Viana.

O Papa também foi presenteado com a fotografia de um mural grafitado com a Sua Santidade, elaborada pelo artista amazonense Raiz Campos, e que estampa o muro da Fundação, no bairro Parque Dez, em Manaus.

Virgílio Viana está no Vaticano como coordenador para a Amazônia da Rede SDSN, no 3º Simpósio da Juventude do Vaticano, que termina nesta segunda-feira (31). Convidado pelo chanceler da Pontifícia Academia de Ciências do Vaticano, Monsenhor Marcelo Sorondo, Viana compõe o painel que escolherá as duas melhores soluções para o desenvolvimento sustentável elaborada por 50 lideres jovens, representando mais de 30 países, de todos os continentes do mundo. Além dele, participa do evento também a representante jovem da Rede SDSN na região, Gabriela Sampaio.

Secretariada pela FAS, a SDSN-Amazônia tem apoiado diversas iniciativas voltadas aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) na Bacia Amazônica. Dentre elas estão o Programa de Desenvolvimento Integral da Criança e do Adolescente (Dicara), que tem feito oficinas sobre a Agenda 2030 com ribeirinhos na faixa etária de sete a 17 anos, e o Repórteres da Floresta, que estimula o protagonismo juvenil com estudantes dos NUcleos de Conservação e Sustentabilidade (NCS) em cinco Unidades de Conservação (UCs) do Estado.

Encíclica Laudato Si para a Amazônia

Em setembro de 2015, a FAS e SDSN-Amazônia participaram ativamente do lançamento da Encíclica ‘Laudato Si’ na região. O documento, escrito pelo Papa Francisco, foi lançado na aldeia Kambeba Três Unidos, na Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Negro, com a presença do Monsenhor Marcelo Sanchez Sorondo, chanceler da Pontifícia Academia de Ciências Sociais do Vaticano, e do presidente da Comissão Episcopal para a Amazônia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Claudio Hummes. Na mesma semana, a Encíclica foi também apresentada à sociedade civil amazônica em evento realizado na sede da FAS, com a presença do Arcebispo de Manaus, Dom Sérgio Castriani.

A ??Laudato Si?? (Louvado Seja) foi o primeiro documento da Igreja Católica que trata especificamente de questões ambientais. A carta é direcionada a todas as pessoas do planeta, independente da religião ou credo.

Sobre a Fundação Amazonas Sustentável

A Fundação Amazonas Sustentável (FAS) é uma organização brasileira não governamental (ONG), sem fins lucrativos, que tem como missão promover o envolvimento sustentável, a conservação ambiental e a melhoria da qualidade de vida das comunidades ribeirinhas do Estado do Amazonas. As principais iniciativas são implementadas por meio do Programa Bolsa Floresta (PBF), Programa de Educação e SaUde (PES), e Programa de Soluções Inovadoras (PSI), que juntos beneficiam cerca de 40 mil pessoas em 581 comunidades de 16 Unidades de Conservação (UCs) do Amazonas.

Sobre a Rede SDSN Amazônia

A Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável (SDSN) da Organização das Nações Unidas (ONU) foi lançada em 2012 pelo diretor-geral do órgão, Ban-Kimoon, e tem por objetivo conectar conhecimento científico e disseminar ações para o desenvolvimento sustentável em caráter global. A Rede apoia à implementação dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), e na Amazônia, é secretariada pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS).

 

Newsletter