Ribeirinhos tem semana de atividades de empreendedorismo em Manaus

9 de novembro de 2016 - Empreendedores ribeirinhos tem oportunidade de trocar idéias com especialistas, mentores e investidores durante eventos em Manaus

 

Por Mariana Filizola

Empreendedores ribeirinhos de Unidades de Conservação (UCs) participaram em Manaus entre os dias 07 e 09 de novembro das atividades do módulo final do Laboratório de Gestão e Práticas de Negócios, realizado pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS). Os 25 participantes dessa semana de empreendedorismo foram destaques dos primeiros módulos do Laboratório, realizados nas comunidades das Reservas de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Rio Negro, Amapá, Madeira, Juma, Uacari e Mamirauá, além da Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Negro em setembro e outubro. Esses empreendedores estão tendo a oportunidade de trocar idéias com especialistas, mentores e investidores locais.

Em sua primeira etapa, o Laboratório levou aos comunitários conhecimentos e práticas de negócios de vanguarda no universo empreendedor com uma metodologia inovadora, desenvolvida especialmente para a realidade da Amazônia. Confiança criativa, mentalidade empreendedora, design thinking e negócios de impacto social foram alguns dos conceitos trabalhados nos módulos realizados nas comunidades.

img_6829

Segundo Wildney Mourão, coordenador de empreendedorismo da FAS, esse módulo final busca levar as idéias desenvolvidas anteriormente à prática: “Nessa última etapa estamos consolidando o que foi plantado nos primeiros módulos. Agora o foco é trabalhar custo, investimento, gestão e mercado. É pensar em como levar as ideias para a prática em 2017”, afirma. O evento contou com a participação de empreendedores de Manaus compartilhando experiências e desafios, como Arthur Coimbra, da start up Na Floresta Alimentos Amazônicos: “A gente se empolga muito quando tem uma ideia, mas quando o negócio vai tomando forma o medo toma conta. Por isso o contato com pessoas do desenvolvimento de negócios é importante pra quem quer começar. Trocar experiências e fazer uma rede de contatos dá força pra tirar a ideia do papel”, afirma.

Para os empreendedores comunitários, esse encontro tem um potencial transformador. É o caso de Edoniete Ribeiro, um dos 25 empreendedores ribeirinhos selecionados para essa semana: “No último laboratório que participei na minha comunidade, desenvolvi minhas ideias e criei muita expectativa sobre como colocá-las em prática. Agora esse segundo momento está me mostrando como gerir meu negócio de verdade, com todos os desafios que isso inclui” afirma. Edoniete mora em Novo Aripuanã, na RDS do Juma, e está desenvolvendo um negócio de pesca esportiva a partir do turismo de base comunitária. “Descobri que nossa região tem um potencial enorme. Já existem duas operadoras de turismo ali que tem um bom faturamento. Nossa ideia é chegar lá também, mas com uma mão de obra só de gente local”, afirma.

O evento é realizado em parceria com o Fundo Amazônia/BNDES, Banco Bradesco, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-AM), Fundo Newton e British Council e SAP.

As atividades desse módulo final do Laboratório de Gestão de Negócios estão ocorrendo durante toda a semana na sede da FAS em Manaus. A semana será encerrada com o evento Diálogos Criativos, que acontecerá na quinta e na sexta-feira (11) e trará empreendedores e potenciais clientes para uma roda de negócios com os empreendedores ribeirinhos.

sdsn fas

sdsn fas

blogdoenvolvimento1

blogdoenvolvimento1

Newsletter