Comunidades isoladas do Rio Canumã recebem soluções de comunicação e infraestrutura

12 de abril de 2017 - Uma parceria da FAS com o Grupo EMS e Bradesco instalou rádios VHF e entregou materiais para reforma de espaços comunitários em cinco comunidades

 
Comunidades isoladas do Rio Canumã receberam investimentos em infraestrutura (Foto: Lizandra Sá/FAS)

Cerca de 1.300 ribeirinhos moradores do Rio Canumã, na zona rural de Borba (322 km de Manaus), serão beneficiados com investimentos em melhoria da comunicação e infraestrutura social implementados pelo Programa Bolsa Floresta. Uma parceria da Fundação Amazonas Sustentável (FAS) com o Grupo EMS e Bradesco instalou ao longo do mês de março rádios VHF e entregou materiais para reforma de espaços comunitários em cinco comunidades da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Canumã.

Os investimentos foram decididos de forma participativa em oficinas do Programa Bolsa Floresta, que busca levar iniciativas para apoiar o desenvolvimento da saúde, da comunicação e do transporte nas comunidades ribeirinhas. Com a parceria, foram instalados rádios VHF para diminuir os desafios de isolamento das comunidades Nova Aparecida e Barra Mansa, que devem facilitar o contato entre as comunidades distantes e/ou isoladas, diminuir o tempo de atendimento em emergências médicas e também facilitar a mobilização comunitária.

“O rádio encurta a distância entre as comunidades e a cidade, e agiliza nas urgências em que você tem que sair com um doente em uma região isolada, e se junta às ambulanchas que já vem sendo entregues pelo Programa desde 2009″, destaca a coordenadora da regional Negro Amazonas, Jousanete Dias.

Por decisão participativa, nas comunidades Vista Alegre e São José foram entregues investimentos para reformar um centro social e duas igrejas. Na comunidade Vista Alegre, foram entregues itens de mobília que incluem mesas, cadeiras, ventiladores e uma caixa amplificada para apoiar reuniões e assembleias comunitárias. Também foram entregues duas roçadeiras que ajudam a limpar o roçado e as comunidades Nova Aparecida e São João do Canumã.

Uniformes esportivos

Fruto de uma demanda da comunidade, atletas das comunidades Vila do Canumã e Barra Mansa também foram contempladas com equipamentos esportivos doados pela parceria, com o objetivo de incentivar o desporto nas modalidades feminino e masculino na reserva.

“Um grupo de mulheres levantou a necessidade de equipar os times de futebol feminino e masculino, que tem muita tradição nas comunidades ribeirinhas do Amazonas. Elas escolheram o nome dos times e a cor, e é motivo de orgulho poder participar de campeonatos em outras comunidades”, ressaltou Lizandra Sá, assistente de mobilização do PBF.

Uniformes foram doados para times de futebol feminino da RDS Canumã (Foto: Lizandra Sá/FAS)

Uniformes foram doados para times de futebol feminino da RDS Canumã (Foto: Lizandra Sá/FAS)

blogdoenvolvimento1

blogdoenvolvimento1

sdsn fas

sdsn fas

Newsletter