FAS participa do Encontro de Manejadores Florestais da Reserva Mamirauá

19 de abril de 2017 - Evento avaliou as atividades desenvolvidas em 2016 sobre exploração e comercialização de madeira

 
FAS participa de encontro de manejadores de madeira da RDS Mamirauá (Foto: Divulgação)

A Fundação Amazonas Sustentável (FAS) participou, entre os dias 10 e 11 abril, do 16º Encontro de Manejadores Florestais da Reserva Mamirauá. O evento, realizado pelo Instituto Mamirauá e Associação de Moradores e Usuários da Reserva Mamirauá (Amurmam) foi realizado em Tefé (AM), e avaliou as atividades desenvolvidas em 2016 sobre exploração e comercialização.

Segundo Elenice Assis, coordenadora do Programa de Manejo Florestal Comunitário do Instituto Mamirauá, as discussões foram produtivas. “Acredito que um dos pontos altos foi a apresentação de alguns resultados parciais das pesquisas que são realizadas atualmente dentro das áreas de manejo”, destacou.

Além da FAS, participaram da agenda instituições como o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), Departamento de Mudanças Climáticas e Gestão de Unidades de Conservação (Demuc) e Secretaria de Meio Ambiental de Uarini.

“Essas instituições têm contribuído e podem contribuir ainda mais no fortalecimento da cadeia produtiva da madeira manejada aqui na região do médio rio Solimões, seja no acompanhamento do desenvolvimento dos planos de manejo, na comercialização e fiscalização. Foi importante cada instituição entender como os planos de manejo são desenvolvidos Reserva Mamirauá, o potencial de produção e os problemas relacionados ao licenciamento e comercialização da madeira manejada, o atendimento ao mercado local e regional que essa madeira pode alcançar”, disse Elenice Assis.

Durante o encontro, pesquisadores do Instituto Mamirauá também apresentaram resultados parciais das pesquisas desenvolvidas com financiamento do Fundo Amazônia, gerido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES).

O engenheiro florestal Emily Vinhote, supervisor técnico da FAS, participou da agenda e destacou a importância de desenvolver parcerias para trazer melhorias sociais aos manejadores. “Foi levantado o interesse em construir uma agenda integrada de ações voltadas a iniciativas sustentáveis de geração de renda e conservação dos recursos naturais. Isto possibilita a união do conhecimento obtido por meio de pesquisas científicas do Instituto Mamirauá e a expertise técnica de instituições como a FAS e IDAM para subsidiar iniciativas sustentáveis de geração de renda para as comunidades tradicionais da RDS Mamirauá”, declarou.

*Com informações do Instituto Mamirauá

Newsletter