FAS, Sejel e Fatarco celebram parceria pelo Projeto Arquearia Indígena do Amazonas

22 de maio de 2017 - Acordo foi assinado durante o XVIII Encontro de Lideranças do Programa Bolsa Floresta, que acontece até sexta-feira (26) em Manaus

 
Titular da Sejel, Fabrício Lima, assina termo de cooperação que beneficia atletas | Foto: Antônio Lima

Com informações da Sejel

Com o objetivo de contribuir para a popularização do Tiro com Arco e fortalecer a imagem e autoestima das populações indígenas da Amazônia, foi renovado na manhã desta segunda-feira, dia 22, o acordo do Projeto Arquearia Indígena no Amazonas, uma parceria entre Fundação Amazonas Sustentável (FAS), a Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel) e a Federação Amazonense de Tiro com Arco (Fatarco).

O acordo foi assinado pelo superintendente geral da FAS, Virgílio Viana, o titular da Sejel, Fabrício Lima e Carlos Galindo, que é presidente da Fatarco. A solenidade ainda contou com a participação da presidente de honra do Fundo de Promoção Social (FPS), Socorro Siqueira. Por meio da parceria, as entidades atuarão de forma conjunta para a realização das atividades do projeto, fornecendo suporte na seleção, acompanhamento e treinamento dos atletas indígenas participantes.

Criado pela FAS em 2013, o projeto foi aprovado na Lei de Incentivo ao Esporte (Lei nº 11.438), e conta com o patrocínio das Lojas Bemol, Fogás e Val Group, além de apoio da Latam, Bradesco, Accor Hotéis Centro Educacional La Salle e Faculdade La Salle. A ação apoiou de forma inédita a formação de atletas de alto rendimento e o fortalecimento da equipe brasileira de tiro ao arco para competições locais, nacionais e internacionais, incluindo a Olimpíada do Rio.

“A parceria entre FAS, Fatarco e Sejel assegura a continuidade de um sonho, que é de contribuir para o resgate da autoestima das populações indígenas e tradicionais do Amazonas. Com esse apoio, esperamos ver os atletas do projeto chegarem cada vez mais longe, trazendo conquistas para suas comunidades e para o Amazonas”, disse Virgilio Viana.

Acompanhamento

Através do Projeto, jovens são acompanhados, instruídos, avaliados e treinados nos quesitos de postura, coordenação, força, alinhamento, ancoragem, largada e follow-through, e seguem treinando para campeonatos nacionais e internacionais. Os jovens participaram das seletivas para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Os atletas Dream Braga, Graziela Paulino e Nelson de Moraes ficaram entre os dez classificados, mas não conseguiram a vaga. Agora, eles participam de outros campeonatos e seguem treinando para Tóquio 2020.

“Essa renovação traz uma garantia que vamos continuar tendo apoio, pois sem isso não haveria viabilidade de continuar. Com a parceria da Sejel, os nossos atletas podem morar no hotel da Vila Olímpica, pois através desta hospedagem eles não precisam se descolocar da comunidade até o treinamento e, assim, eles conseguem ter dois horários de treinamentos, sendo pela manhã e tarde. As refeições, café da manhã, almoço e janta, tambem são vantagens, pois aí eles não tem desembolso. Além disso, por terceiro, eles podem utilizar as instalações do CTARA tanto para treinamento, quanto para preparação física e equipe multidisciplinar. Tudo isso dá condições físicas e estruturais para um atleta de alto rendimento”, destacou o técnico Aníbal Forte, responsável por preparar os arqueiros do Projeto.

Aníbal ainda destaca que o Projeto vem galgando resultados importantes, muito além das expectativas. “Posso dizer, com alegria e satisfação, que a evolução do Projeto é muito acima do que a gente esperava, em função do histórico que temos da modalidade no mundo inteiro. Um atleta para chegar no nível que os nossos arqueiros estão, levam de quatro a seis anos. Em dois, três anos, os nossos já estavam em nível nacional, competindo de igual para igual, e agora são atletas de padrão internacional e são vitoriosos no exterior”, disse.

No Centro de Treinamento e Alto Rendimento da Amazônia (CTARA) os arqueiros, assim como os demais atletas de alto rendimento, tem à disposição suporte de hotel, restaurante, consultórios médico e odontológico, academia, fisioterapia, massoterapia, nutrição, assistência social e psicologia.

Os seis integrantes do Projeto, são: Jardel Cruz (Wanaiu), Nelson Moraes (Inha), Drean Braga (Iagoara), Graziela Paulino (Yacy), Gustavo Paulino (Ywytu) e Guibson Paulino, este Ultimo auxiliar técnico.

Resultados

Desde 2013, os atletas vem conseguindo destaque em torneios nacionais e internacionais. Desde o dia 15 de maio, o atleta Nelson Silva (Inha, na etnia kambeba), participa de um intercâmbio com a Seleção Brasileira de Tiro com Arco, a convite do brasileiro Renzo Ruelle na Itália. A preparação está voltada para a seletiva do mundial, que acontece em julho, no Rio de Janeiro.

Do dia 24 de maio até 1º de junho, Aníbal Forte, Graziela Paulino (Yacy), e Gustavo Paulino (Ywtu) viajam para Turquia a convite da Federação Turca para aprimoramento.

Confira os resultados:

Graziela Paulino, Yaci, etnia Karapãna –
Ouro, 41º Campeonato Brasilero de Tiro com Arco, Categoria duplas, 2015
Prata, 8º Campeonato Brasileiro de Base, Categoria duplas, 2015
Bronze, 8º Campeonato Brasileiro de Tiro com Arco, Categoria juvenil, 2015
Bronze, 7º Campeonato Brasileiro de Tiro com Arco, Categoria juvenil, 2014

Dream Braga, Iagoara, etnia Kambeba
Ouro, 8º Campeonato Brasileiro de Base, Categoria duplas, 2015
Bronze, 8º Campeonato Brasileiro de Base, Categoria juvenil, 2015
Bronze, 7° Campeonato Brasileiro Brasileiro de Base, Categoria equipe mista, 2014

Nelson de Moraes, Inha, etnia Kambeba
Ouro, 41º Campeonato Brasileiro de Tiro com Arco, Duplas, 2015
Ouro, 7º Campeonato Brasileiro de Base, Categoria Infantil, 2014
Bronze, 8º Campeonato Brasileiro de Base, Categoria Cadete, 2015

Gustavo Paulino, Ywytu, etnia Karapãna
Prata, 8º Campeonato Brasileiro de Tiro com Arco, Categoria Duplas, 2015
Prata, 8º Campeonato Brasileiro de Tiro com Arco, Categoria Juvenil, 2015
Selecionado para carregar a Tocha Olímpica no Rio de Janeiro, em 2016

Jardel Cruz, Wanaiu, etnia Kambeba
Ouro, Jogos Indígenas do Amazonas de 2013.

Newsletter