Resex Catuá-Ipixuna recebe oficina para lideranças com foco em gestão comunitária

8 de maio de 2017 - A ação faz parte da estratégia do Programa de Empoderamento Comunitário da FAS, e conta com apoio do Bradesco e Fundo Amazônia/BNDES

 
Lideranças se reuniram na Resex Catuá-Ipixuna (Foto: Edvaldo Correa/FAS)

A Reserva Extrativista (Resex) Catuá-Ipixuna recebeu, entre os dias 27 e 29 de abril, a Oficina de Lideranças Comunitárias Ribeirinhas. O evento foi realizado na comunidade Bela Conquista, e trabalhou noções básicas sobre gestão comunitária, em parceria da Prelazia de Tefé, Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e Associação Agroextrativista do Catuá-Ipixuna (AACI).

Ao todo, participaram 26 lideranças das comunidades de Santa Luzia do Boia, Bela Conquista, São João Evangelista, São João do Catuá, Nossa Senhora de Nazaré, Divino Espírito Santo e São Sebastião da Água Branca, entre presidentes de comunidades, diretoria da AACI e lideranças de grupos de jovens. A agenda teve como objetivo empoderar as novas lideranças das associações e outras organizações, e incluiu atividades relacionadas aos temas de prestação de contas, noções de secretaria e de liderança.

Os participantes destacaram a importância de discutir o tema e levantaram a necessidade de transformá-la em uma ação contínua, devido à rotatividade das lideranças nas comunidades. “A oficina é de suma importância para os novos líderes que estão assumindo representação dentro de suas comunidades. Essa capacitação permite que os líderes comunitários possam ter mais formação, melhorando o trabalho. Assim conhecemos melhor o papel de cada líder”, destacou Erivan Morais, gestor da Resex Catuá-Ipixuna.

Para o padre Marcos, da Prelazia de Tefé, a ação apoiará o desenvolvimento das comunidades. “A realização da oficina de lideranças comunitárias contribui no fortalecimento dos nossos líderes, encorajando os mesmos nessa árdua missão de comandar. O papel do líder comunitário é ser pai de uma comunidade, é respeitar o outro e crer na sua potencialidade. O bom líder trabalha para o bem da comunidade, levando os mesmos a descobrirem seus problemas e orientações para juntos buscarem soluções para os seus problemas”, declarou.

Na visão da Sra. Valcirane Cardoso, líder da comunidade São João Evangelista, a oficina é de grande importância, pois leva novos temas para as comunidades e novas formas de trabalhar nas comunidades.

A ação faz parte da estratégia do Programa de Empoderamento Comunitário, um dos componentes do Programa Bolsa Floresta realizado pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS) com apoio do Bradesco e Fundo Amazônia/BNDES.

Newsletter