Projetos sustentáveis na Amazônia são destaque em evento internacional

28 de novembro de 2017 - Realizado na Escócia, o Fórum Mundial de Capital Natural reúne mais de 100 porta-vozes de diferentes nações para debaterem questões econômicas, ambientais e inovadoras

 

Nesta terça-feira (28), a Fundação Amazonas Sustentável (FAS) participou do III Fórum Mundial de Capital Natural (NatCap17), realizado no Centro Internacional de Conferências de Edimburgo, Escócia. O NatCap17 reúne mais de 100 porta-vozes de várias nações, entre líderes de negócios, representantes de governo e especialistas em meio ambiente para debaterem questões econômicas, ambientais e inovadoras.

Na ocasião, o superintendente-geral da FAS, Virgilio Viana, participou de uma sessão presidida pela diretora fundadora da Consultoria de Economia para o Meio Ambiente do Reino Unido (Eftec), Ece Ozdemiroglu, sobre desenvolvimento de financiamentos.

Junto à FAS, também participaram representantes da Declaração de Gaborone para Sustentabilidade na África (GDSA), da União Internacional de Conservação à Natureza (IUCN) e do Fundo Global para o Meio Ambiente (UNDP-GEF).

Na sessão, os palestrantes mostraram quais são os últimos desenvolvimentos de mecanismos econômicos através de capital natural, os desafios de desenvolver tais apontamentos e os passos para fazer com que produzam benefícios.

O superintendente usou como exemplo os trabalho que a FAS realiza em 16 Unidades de Conservação (UC) no estado do Amazonas.

“Foi uma ótima oportunidade para apresentar os resultados alcançados pela FAS, assim como debater os desafios para ampliar e aprimorar os programas e projetos relacionados com comunidades ribeirinhas e indígenas da Amazônia. Além disso, foi uma ótima oportunidade para desenvolver debater novas parcerias”, afirma.

Sobre a FAS

A Fundação Amazonas Sustentável (FAS) é uma organização brasileira não governamental, sem fins lucrativos, criada em 8 de fevereiro de 2008, pelo Banco Bradesco em parceria com o Governo do Estado do Amazonas. Posteriormente, passou a contar com o apoio da Coca-Cola Brasil (2009), do Fundo Amazônia (2010) e da Samsung (2010), além de outras parcerias em programas e projetos desenvolvidos.

 

Newsletter