Shipping by RDS Cujubim discusses social and environmental challenges in Rio Jutaí

3 of May of 2018 - In early April, the Amazonas Sustainable Foundation (FAS) He was on mission on Sustainable Development Reserve (Reserve) do Cujubim, localized in Jutaí, a 750 km of Manaus.

 

In early April, the Amazonas Sustainable Foundation (FAS) He was on mission on Sustainable Development Reserve (Reserve) do Cujubim, localized in Jutaí, a 750 km of Manaus. A missão teve por objetivo interagir com as famílias moradoras sobre os desafios e avanços sociais e ambientais da reserva, por meio de oficinas participativas e de monitoramento ambiental. As ações fazem parte do Programa Bolsa Floresta, que conta com apoio do Fundo Amazônia/BNDES, Bradesco and Government of Amazonas.

Estiveram na expedição o superintendente técnico científico da FAS, Eduardo Taveira, os coordenadores regionais da Fundação, Marcelo Castro e Edvaldo Correa, além do secretário de meio ambiente de Jutaí-AM, Assis Moreira.

As atividades da missão começaram na terça (03) em Tefé com uma reunião para definir as próximas ações de apoio à Casa Empacotadora de Farinha da comunidade Campo Novo, that RDS Mamirauá. The next day, em Jutaí, aconteceu reunião com representantes da Prefeitura da cidade que discutiu o apoio municipal às ações desenvolvidas pela FAS na RDS Cujubim.

Já na Reserva, na Vila Cujubim, as atividades iniciaram na sexta-feira (06) com a apresentação da visão da FAS com base no planejamento estratégico 2030, feita pelo superintendente técnico científico, Eduardo Taveira. Na sequência, o coordenador regional, Marcelo Castro, fez a avaliação dos projetos implementados entre os anos de 2010 until 2017.

Apoio ao manejo

Um dos momentos mais importantes da visita foi a oficina de definição de investimentos dos componentes renda e associação do Programa Bolsa Floresta. O manejo do pirarucu foi a atividade escolhida pelos moradores para receber apoio e a comercialização do peixe seco/salgado, considerada a principal dificuldade, terá atenção especial esse ano.

Manejo do pirarucu foi a atividade escolhida para receber apoio. Photo: Dirce Quintino

“O apoio à comercialização é fundamental, uma vez que você consegue colocar o peixe em outros mercados de forma competitiva e, consequently, maior valorização do produto”, comentou o coordenador da FAS, Marcelo Castro.

De acordo com o secretário de meio ambiente de Jutaí, Francisco de Assis Moreira, a Prefeitura apoiará a atividade disponibilizando profissionais da Secretaria de Produção para o manejo dos lagos, bem como viabilizar recursos para o escoamento da produção.

Além do manejo do pirarucu, a Prefeitura de Jutaí se comprometeu com a contratação de um agente de saúde para atuar na comunidade Paraíso e também com a construção de uma escola no local. “A proposta é melhorar, in partnership with FAS, a qualidade do ensino para que a educação seja feita com base na realidade dos alunos ribeirinhos diante da prática econômica e do convívio social da comunidade”, afirmou o secretário de meio ambiente.

Oficina de monitoramento ambiental

Durante a programação, os comunitários da reserva tiveram a oportunidade de participar da oficina de monitoramento ambiental facilitada pela analista de monitoramento e avaliação, Andressa Lopes. A atividade incluiu também a visita às plantações de alguns moradores e tinha o objetivo de identificar com através de mapas os focos de calor na reserva, bem como orientar os comunitários sobre a prática do acero.

Comunitários identificaram focos de calor na reserva. Photo: Dirce Quintino

A missão na RDS Cujubim foi finalizada com a entrega, sachês purificadores de água da P&G, uma solução simples para transformação de água potável, além da doação de roupas arrecadadas pelos próprios comunitários.

Veja como foi a missão na Vila Cujubim:

 

Newsletter