“Agita Novo Airão” promoveu educação e sustentabilidade através de diversão no interior do AM

24 de junho de 2018 - A ação, promovida pela Fundação Amazonas Sustentável, ocorreu no município de Novo Airão, localizado a 180km de Manaus

 
Foto: Izamir Barbosa

Contando com extensa programação de intervenções artísticas, culturais e educativas, o “Agita Novo Airão” estreou na noite de sexta-feira (22), na praça do dinossauro, zona central da cidade de Novo Airão, com apresentações rítmicas regionais feitas por artistas locais e voluntários vindos de Manaus com apoio da Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e a prefeitura de Novo Airão. As atividades da nova agenda de ações sustentáveis e educativas da cidade aconteceram no sábado (23) e mobilizaram cerca de mil pessoas, entre crianças, jovens e adultos.

Um ano após o “Agita Novo Aripuanã”, atividade que mobilizou a cidade de Novo Aripuanã e promoveu cultura e sustentabilidade com atividades na zona urbana da cidade de Novo Aripuanã, foi a vez de Novo Airão redescobrir a cidade através de ações que integraram uma significativa área da complexidade urbana do município com atividades, cursos e oficinas voltados ao aprendizado, conscientização socioambiental e sustentabilidade.

“Novo Airão já possui um apelo turístico natural, no entanto, como em qualquer cidade, os próprios habitantes esquecem que é possível aproveitar a cidade de variadas maneiras a seu próprio favor. O Agita trouxe essa perspectiva para os moradores da cidade e contribuiu para que, daqui para frente, mobilizações similares independentes aconteçam”, afirma a coordenadora da Agenda Cidades Sustentáveis da FAS, Paula Gabriel.

Na noite de sexta (22), na Praça do Dinossauro, ocorreu a abertura das atividades do “Agita Novo Airão” com atrações locais de música e dança que marcaram o início da nova agenda da cidade. Às 19h, com apoio da Secretaria Municipal de Turismo de Novo Airão, apresentações teatrais tomaram o palco, seguidas da tradicional dança do café de Novo Airão. Nos arredores da praça, aconteciam simultaneamente intervenções de grafitti com artes especiais para a ocasião.

A agenda do sábado (23) contou com opções diversas, várias atividades aconteceram simultaneamente durante todo o dia, mobilizando cerca de mil pessoas que transitaram por entre os espaços do “Agita”. Pela manhã, na Praça do Dinossauro, os participantes da ação participaram de aulas de Yoga e Meditação com o Kuma Yoga, gincanas e maratonas de esportes e passeios de bicicleta. A Fundação Almerinda Malaquias (FAM), contemplada pelo Edital Floresta e Pé pela FAS e Fundo Amazônia/BNDES, promoveu a oficina de educação ambiental e rodadas de conversa para prevenção às drogas.

Ainda durante a manhã, na crianças da Escola Municipal Raimundo Nonato Teixeira, no bairro do Chicó, participaram oficinas de pintura, dança, artes e gincanas para conhecimento socioambiental. A artista plástica e residente do município de Novo Airão, Helen Rossy, esteve à frente da pintura de um dos espaços da escola junto de crianças presentes na mobilização. “A iniciativa de trazer intervenções artísticas para o bairro do Chicó é importante para que cada vez mais crianças tenham acesso a uma outra realidade, pois muitas vezes elas não têm oportunidade para conhecer e vivenciar a arte, pintura, entre outros. Dividir o meu conhecimento com todas elas através do Agita Novo Airão é fundamental para que elas continuem galgando novas oportunidades”, afirma a artista.

O grafitti também foi destaque durante todo o sábado, na Escola Municipal Aristoteles Freire Arnoud, no bairro Nova Esperança, onde crianças e jovens puderam conhecer e desenvolver dons artísticos. “É muito gratificante para mim, poder ver meu filho engajado em querer aprender um pouco de tudo que está sendo oferecido. As crianças estão claramente tendo sua criatividade e força de vontade desenvolvidas e só tenho a agradecer”, afirma Francisca Rodrigues, dona de casa e mãe de um dos alunos que participaram das atividades do Agita Novo Airão.

Durante a tarde, a Feira do Agita com artesanato e gastronomia junto de oficinas de dança com zumba e free step dentre outras performances tomaram conta da Praça do Dinossauro. No espaço da Fundação Vitória Amazônica (FVA) de Novo Airão e na Escola Raimundo Nonato, crianças assistiram filmes e, durante o fim da tarde, aconteceram sessões de meditação e yoga no porto da cidade de Novo Airão

O encerramento do Agita Novo Airão aconteceu durante a noite de sábado, com rap e quadrilhas sob o som da Banda Paquera na Praça do Dinossauro. “Em linhas gerais, além de promover conscientização acerca de diversas temáticas, o Agita conseguiu valorizar artistas locais e espaços urbanos do município. Redescobrir a cidade é fundamental para que os moradores tenham orgulho dela e fizemos o nosso papel.

Agita Novo Aripuanã

Em 2017, a FAS promoveu o “Agita Novo Aripuanã” (225km de Manaus), que levou teatro, grafitti e diversas atividades gratuitas às ruas da cidade. Toda a ação mobilizou cerca de 3 mil moradores em torno da cultura e da sustentabilidade no praça da cidade. O evento foi apoiado da Prefeitura de Novo Aripuanã e promoveu oficinas com nomes conhecidos da cena urbana de Manaus, como Jander Manauara, os grafiteiros Buck e Denis e Yasmin Amaro, articuladora da ONG Engajamundo.

Também foi realizada apresentação dos alunos do projeto de Incentivo à Leitura e Escrita (Incenturita) desenvolvido pela FAS com apoio da Samsung e do Instituto Alair Martins, na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Juma, na zona rural de Novo Aripuanã.

Agenda Cidades Sustentáveis

A FAS acredita que a mobilização conjunta de pessoas pode transformar o espaço urbano, melhorando a qualidade de vida e promovendo o desenvolvimento sustentável para seus cidadãos. Por isso desenvolve desde 2015, uma agenda urbana de engajamento, realizando ações como a Virada Sustentável, a Feira da FAS, diálogos na sede e outras iniciativas catalisadoras de ideias para transformação.lea

Newsletter