No AM, restaurante comunitário é inaugurado por empreendedoras ribeirinhas da região rural de Novo Airão

26 de junho de 2018 - Ao todo, 7 famílias ribeirinhas da Comunidade do Tiririca serão beneficiadas diretamente com o empreendimento

 
Foto: Izamir Barbosa

Neste sábado (23), empreendedoras ribeirinhas da comunidade do Tiririca, localizada no município de Novo Airão (a 180 quilômetros de Manaus) dentro da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Negro (RDS do Rio Negro), entregam à população local o “Restaurante de Base Comunitária do Tiririca”. O empreendimento beneficia diretamente 7 famílias da comunidade, além de proporcionar outra opção de roteiro turístico e gastronômico regional.

O restaurante “O Canto do Japiim” foi construído juntos às comunitárias com capacitação técnica e logística da Fundação Amazonas Sustentável (FAS) através do Programa Floresta em Pé (PFP), o projeto contou com apoio do Fundo Amazônia/BNDES, Coca-Cola e Bradesco. “A comunidade do Tiririca, por estar muito próxima ao município e Novo Airão e já receber um fluxo muito grande de turistas, encontrou a possibilidade de firmar o restaurante como um atrativo para a região e, também, uma oportunidade de desenvolver o potencial empreendedor que os comunitários possuem”, afirma a gerente do PFP, Valcleia Solidade.

A administração do estabelecimento é feita integralmente pelas ribeirinhas, que foram devidamente capacitadas para modelos de negócios, inovação, desenvolvimento de produtos, gestão financeira, mercado e avaliação de impactos. Após a inauguração, a expectativa é proporcionar ao turismo da comunidade do Tiririca e ao município de Novo Airão uma nova opção de roteiro, além de geração de renda para as ribeirinhas empreendedoras e suas famílias.

Novo Airão é um muito procurado por conta dos botos cor-de-rosa. Na região, encontra-se segundo maior arquipélago do mundo, o de Anavilhanas, que conta com mais de 400 ilhas. No município, também se encontra o Parque Nacional de Jaú. “Estamos muito contentes com a abertura do empreendimento e temos certeza que, por conta do turismo já presente em Novo Airão, a comunidade do Tiririca poderá expandir seus horizontes”, aponta.

O incentivo para a construção do restaurante comunitário do Tiririca é uma atividade abarcada pelo Programa Floresta em Pé (PFP), uma iniciativa pioneira que tem por objetivo recompensar e melhorar a qualidade de vida das populações ribeirinhas do Amazonas, responsáveis pela manutenção dos serviços ambientais prestados pela floresta. O programa é implementado em 16 Unidades de Conservação (UC) estaduais de uso sustentável criadas no Amazonas.

Newsletter