Community Maracarana receives the third edition of the Olympics in the Forest of RDS Uatumã

25 of July of 2018 - During the last weekend, It happened the third edition of the Olympics Forest Sustainable Development Reserve (Reserve) […]

 

During the last weekend, It happened the third edition of the Olympics Forest Sustainable Development Reserve (Reserve) do Uatumã, evento realizado pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS) que reuniu mais de 250 crianças e adolescentes participantes do Programa de Desenvolvimento Integral da Criança e do Adolescente Ribeirinho da Amazônia (DICARA) na comunidade Maracarana, zona rural de Presidente Figueiredo, distante a 107 km of Manaus.

Aluna do Maracarana acende a pira olimpíca. Photo: Dirce Quintino / FAS

As Olimpíadas tiveram início na noite da sexta (20) com o acendimento da pira olímpica e a cerimônia de abertura que contou com apresentações culturais inspiradas em lendas amazônicas e no cotidiano ribeirinho. Na manhã de sábado (21) as competições começaram com a corrida de 70 metros onde os times do Jacaréquara e Núcleo empataram conquistando duas medalhas de ouro, uma de prata e uma de bronze. Já na corrida de saco, o Núcleo saiu na frente levando três medalhas de ouro.

Crianças disputam corrida de saco. Photo: Dirce Quintino / FAS

A acirrada disputa do futebol masculino de 14 a 17 anos deu ao time do Boto o título inédito na modalidade, enquanto que o time de Itapiranga conquistou a medalha de ouro na disputa feminina. No tênis de mesa, Larissa Coelho (10) conquistou o bicampeonato na categoria feminina de 7 a 12 years. “Ela evoluiu bastante e teve um desempenho muito melhor esse ano porque continuamos treinando porque já imaginávamos que os adversários viriam mais preparados”, comentou Manoel Coelho, pai e treinador de Larissa.

Motivação e interação

Apesar do forte clima competitivo, as Olimpíadas representam também oportunidades para que as crianças e adolescentes de diferentes comunidades interajam entre si. “É muito importante para o desenvolvimento das crianças, pois muitas delas não participavam das atividades e agora querem participar”, afirma Cristiane da Silva Reis, mãe de Isabelle, que integrou o time vencedor do Jacaréquara na categoria futebol feminino 07 a 13 years.

Cristiane e a filha Isabelle. Photo: Dirce Quintini/FAS

Para Marlene da Cruz Gomes, 16 years, o evento valoriza o jovem ribeirinho. “Geralmente os projetos que vinham para a Reserva só eram voltados para os adultos e o Dicara vem trazendo valorização dos jovens do interior. Esse é um grande momento para a gente, pois podemos interagir e mesmo que não ganhemos os jogos, o importante é competir”, said.

Além das competições esportivas, essa edição das Olimpíadas teve como novidade o Quiz do Conhecimento, onde os alunos do Dicara puderam responder sobre temas ambientais e direitos humanos. No quadro geral de medalhes, o time sede do Maracarana ficou em primeiro lugar com 16 de medalhas de ouro, seguido do Núcleo e em terceiro lugar o Jacaréquara.

See the video:

 

Sobre o Dicara

O Dicara desenvolve ações voltadas à garantia dos direitos de crianças e adolescentes de Unidades de Conservação (UC) no Amazonas que visam diminuir a desigualdade em relação a jovens da capital, for example.

O evento é promovido pelo Programa de Desenvolvimento Integral da Criança e do Adolescente Ribeirinho da Amazônia (DICARA), FAS, em parceria com a Associação Agroextrativista das Comunidades da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã (AACRDSU), o Conselho Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Itapiranga, Prefeituras de Itapiranga, Presidente Figueiredo e São Sebastião do Uatumã e a Secretaria de Meio Ambiente (SEMA) e contou com o patrocínio da Cielo.

Check out the photo gallery:

Newsletter