Institutions formalize alliance to promote the bio-economy in the Amazon

6 of October of 2018 - The goal is to develop a cooperation program aimed at scientific research, technology, innovation and entrepreneurship in the Amazon

 
alliance members gathered this week at the FAS headquarters - Photo Izamir Barbosa

Amazon institutions announced this week the creation of an alliance to search, Development, Innovation & entrepreneurship (PDI&And) Bioeconomy focused on the Amazon.

The protocol of intent was signed by the Amazonas Sustainable Foundation (FAS), the Amazonas State universities (UEA) Federal and Amazonas (I trust), the Federal Institute of Education, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam), Institute Leonidas & Maria Deane (Fiocruz Amazon),o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) and the Secretary of State for the Environment (Sema).

The alliance hopes to add more members, different areas, Public and private support for the creation of strategies for resources and implementation of bio-economy projects, a sustainable economy from raw material available in nature.

The union of the institutions aims to develop a mutual cooperation program, with activities related to scientific research, technology, innovation and entrepreneurship in business developed from the value chains sociobiodiversity or bio-economy.

The initiative has the challenge of contributing to the diversification of the regional economy, focusing on the valuation of Amazon biodiversity assets, generation of employment and income in rural and urban areas, improving the quality of life of traditional and indigenous populations and environmental conservation, with the backdrop of the Goals of Sustainable Development (SDSN).

"This initiative has a strategic character to the challenge of boosting the bio-economy of the Amazon, through an alliance that favors the institutions of PDI&And the State. FAS for this initiative is an important part of our mission to make the forest worth more standing than cut, contributing to improving the quality of life of coastal and indigenous populations and environmental conservation of the Amazon ", explains the general superintendent of FAS, Virgilio Viana.

Among the planned activities, stand out design from PDI strategy&And for the production chains in the state bioeconomics, for resources to (refundable and non-refundable) and the development of a partner ecosystem to implement the strategy of PDI&And the production chains.

The group will also seek to form building human and social capital, combining traditional knowledge and technical-scientific knowledge to implement the strategy of PDI&And in local supply chains, the production and dissemination of knowledge about supply chains and co-creation of an ecosystem of innovation and entrepreneurship, through an effective institutional arrangement.

federal higher education institutions adhere

The Rector of UFAM, professor. Sylvio Puga, It points out that "the formation of this alliance between loved research, Amazonas State education and development, It makes clear the new ripening air, modernity and update our institutions management practices. Certamente essa Aliança contribuirá massivamente para a melhoria dos povos de nossa região e desse modo a UFAM se sente comprometida no cumprimento de sua missão institucional”, comments.

Segundo Antonio Venâncio, Magnifico Reitor do IFAM, “atuar nesta iniciativa significa um passo importante na consolidação de parcerias que proporcionam ao IFAM dar sua parcela de contribuição no desenvolvimento da pesquisa e da economia do nosso estado, principalmente em função de sua forte inserção no interior”.

Fiocruz, CETAM e UEA também participam

Segundo Sérgio Luz, diretor da Fiocruz Amazônia, “essa aliança visa, especially, desenvolver ações institucionais que aproveitem o conhecimento tradicional e a biodiversidade amazônica para, junto com as populações locais, transformá-los em produtos e tecnologias que possam beneficiar os amazônidas, na geração de renda, na melhoria da qualidade de vida, na promoção da saúde e na conservação ambiental”.

Para o diretor-presidente do Cetam, José Augusto de Melo Neto, ”a Aliança levará desenvolvimento econômico e fortalecimento social para comunidades tradicionais. O Cetam se preocupa em fomentar o desenvolvimento econômico, mas também agregar e difundir a sustentabilidade no Amazonas, por meio de alternativas econômicas que respeitem vocações produtivas locais, e estimulem o fortalecimento social”.

Para o reitor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Cleinaldo Costa, a presença de instituições de ensino na área de Bioeconomia ainda é tímida, mas a consolidação da aliança com as grandes instituições locais é importantíssimo para que se possa desenhar um futuro de desenvolvimento na área de Bioeconomia e empreendedorismo no Amazonas. “Isso vai se refletir em maior qualidade de pesquisa, mais emprego, numa cadeia econômica produtiva na área de biotecnologia e Bioeconomia. Por isso as instituições estão juntas agregando valor, inteligência, e mais qualidade na área para o Amazonas”, evaluates.

Ainda segundo Costa, essa aliança representa a união das instituições com visão empreendedora e inovação tecnologia focando na bioeconomia do Amazonas. “Em primeiro lugar, é muito importante compreender a estratégia em pesquisa e desenvolvimento, inovação e empreendedorismo na cadeia produtiva da bioeconomia para o estado do Amazonas. Nesse cenário, estas parcerias, com a união das instituições e ensino superior, além da FAS, agregam mais qualidade, inteligência, trazem novas visões de mercado, de público, ações públicas e privadas e fortalecem a bioeconomia. Esse é objetivo de desenvolver a cooperação, que vai alavancar também pesquisa científica, technology, inovação e empreendimento na Amazônia”.

Para o titular da Sema, Marcelo Dutra, “a aliança é um passo importante para o futuro da bioeconomia na Amazônia”.

 

Newsletter