Horta como a da nossa escola no Punã não tem igual, por Lohana Carvalho

27 de fevereiro de 2019 - Material foi publicado na terceira edição do Jornal Repórteres da Floresta, com apoio da Samsung e Fundo Amazônia/BNDES

 

Por Lohana Carvalho, Repórter da Floresta na Comunidade Punã

Durante meu trabalho como Repórter da Floresta, conversei com seu Almir, que trabalha na Comunidade do Punã há seis anos. Ele contou com orgulho do seu trabalho na horta, que cultiva há todo esse tempo.

“Temos uma variedade imensa de legumes e frutas, passando por cebolinha, alface, maracujá, limão e acerola”, destaca.

Como tem muita coisa, os meninos adoram apanhar toda vez que passam por aqui no Núcleo [de Conservação e Sustentabilidade Punã, na RDS Mamirauá], pois tem várias coisas para a comunidade”, contou ele.

Tudo o que é produzido por Almir volta para os pratos das famílias dos alunos. É um ciclo sem fim, graças ao que a terra fértil da escola permite.

Atualmente, estudam alunos de várias comunidades na escola, que podem usufruir de comida de qualidade.

 

Newsletter