6ª Olimpíadas da Floresta reúne jovens atletas ribeirinhos neste final de semana em Tefé

24 de abril de 2019 - Pela primeira vez, participantes de três municípios disputam em um só lugar modalidades como futebol, vôlei, natação, canoagem, arco e flecha, tênis de mesa, salto à distância, gincana, entre outros

 
Cerca de 1 mil jovens atletas são esperados | Foto: Dirce Quintino

Uma grande festa da juventude amazônica em prol do esporte e da atividade física acontece neste final de semana, sábado (27) e domingo (28), no município de Tefé, a 523 quilômetros de Manaus. É a sexta edição das Olimpíadas da Floresta, evento promovido pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS) com objetivo de reunir jovens ribeirinhos moradores de Unidades de Conservação (UC) do Estado e incentivá-los à prática esportiva. Cerca de 1 mil jovens atletas são esperados para participar das competições nos dois dias de evento.

Desenvolvidas dentro do Programa de Desenvolvimento Integral da Criança e do Adolescente Ribeirinho da Amazônia (Dicara) da FAS, as Olimpíadas da Floresta acontecem pela primeira vez em meio urbano, dentro da cidade de Tefé, reunindo num só lugar participantes de três municípios: Tefé, Maraã e Uarini. “É a primeira vez que está acontecendo um evento juntando três municípios em zona urbana. Antes fazíamos num só município e era na zona rural”, explicou Ademar Cruz, coordenador do Dicara. “Estamos esperando uma média de 4 mil pessoas e 1 mil atletas nas competições”.

Os jovens atletas ribeirinhos participantes das Olimpíadas da Floresta têm idades entre 12 e 17 anos e vão disputar diversas modalidades esportivas como futebol, futsal, vôlei, natação, canoagem, arco e flecha, tênis de mesa, salto à distância, corrida de saco, cabo de guerra, lançamento de dardo e gincana. “Um dos diferenciais desse ano é que vamos ter a natação em piscina, que não é a realidade das comunidades ribeirinhas. Os jovens nadam mais em rios e igarapés e vai ser uma novidade. Eles vão poder vivenciar como nadam os nadadores que veem na TV, vão ter a oportunidade de nadar em piscina”, ressaltou Ademar Cruz.

A 6ª Olimpíadas da Floresta recebe apoio do Exército Brasileiro e da Prefeitura de Tefé, que vão ceder espaços físicos para as competições. “Essas olimpíadas vão juntar jovens de diferentes comunidades que nunca se encontraram. Apesar de morarem na mesma região do Médio Solimões, eles nunca tiveram oportunidade de se encontrar. Agora todos vão ter a oportunidade de fazer esse intercâmbio interpessoal, fazer novas amizades e aumentar o número de relações sociais”, reforçou Ademar Cruz. “Juntar jovens e fazer eles entenderem que a bandeira em defesa da juventude amazônica é deles”.

A infraestrutura da 6ª Olimpíadas da Floresta contará com embarcações que farão o transporte dos jovens atletas ribeirinhos das comunidades até a sede do município de Tefé, que também funcionarão como alojamentos. O evento também terá alimentação com 4 mil refeições e água para os participantes, equipe de saúde e equipe de segurança. “Estamos muito otimistas com esse novo formato das olimpíadas. Nossa meta é nesse semestre ainda realizar a sétima olimpíada, onde vão reunir jovens atletas de Itapiranga, São Sebastião do Uatumã e de Presidente Figueiredo, mas desta vez na zona rural”, finalizou Ademar Cruz.

Programa Dicara

Criado em 2014 pela FAS, o Programa de Desenvolvimento Integral de Crianças e Adolescentes Ribeirinhas na Amazônia (Dicara) desenvolve ações voltadas à garantia dos direitos de crianças e adolescentes de Unidades de Conservação (UC) no Amazonas. O foco do programa está voltado para as comunidades ribeirinhas, buscando enfrentar desafios de vulnerabilidade social como evasão escolar, menor acesso à educação de qualidade, exclusão digital e cultural, violência doméstica, exploração sexual e do trabalho infantil e falta de informações sobre cidadania e direitos.

Serviço

O quê: 6ª Olimpíadas da Floresta
Quando: 27 e 28 de abril de 2019
Onde: município de Tefé, a 523 quilômetros de Manaus
Quanto: gratuito

Newsletter