Concurso de soluções inovadoras para Amazônia encerra sexta-feira (31); prêmio é apresentação em Nova York

23 de maio de 2019 - Rede convoca organizações, sociedade civil, universidades e institutos de pesquisa a inscreverem, até 31 de maio, ideias transformadoras para o desenvolvimento sustentável da região. A melhor solução participará de conferência em Nova York

 

A SDSN-Amazônia (Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia) está convocando soluções inovadoras ao desenvolvimento sustentável da região para o prazo final de inscrições no concurso da rede. Organizações, sociedade civil, universidades e institutos de pesquisa que já são membros da SDSN, têm até 31 de maio para inscrever ideias transformadoras ao desenvolvimento sustentável da região. A melhor solução será premiada e participará de conferência em Nova York.

O objetivo é divulgar, valorizar e incentivar projetos, pesquisas e tecnologias inovadoras, modelos de educação e de negócios, mecanismos institucionais, instrumentos políticos ou uma combinação dos mesmos que promovam soluções para desafios do desenvolvimento sustentável da região amazônica e que gerem impactos socioambientais significativos ao ecossistema. Todas as soluções serão divulgadas no site da SDSN-Amazônia e as cinco ideias mais inovadoras vão participar de uma webconferência no dia 28 de junho. A melhor solução será escolhida no dia 15 de julho por um comitê técnico-científico durante uma premiação.

Todo o concurso é organizado pela Plataforma de Soluções da SDSN-Amazônia, uma ferramenta online, georreferenciada e trilíngue (português, espanhol e inglês). Para concorrer, os membros da SDSN devem inscrever trabalhos até s 23h59 do dia 31 de maio preenchendo um formulário no site da rede e utilizando o idioma nativo. As soluções precisam abordar um problema específico e devem ser práticas, demonstráveis e impactantes. Quem não for membro da SDSN-Amazônia também tem a chance de participar enviando pedido de adesão à rede.

“O objetivo é divulgar ações e soluções que estão sendo feitas para o desenvolvimento sustentável da Amazônia, mas que muitas vezes ficam restritas às vitrines das organizações. Queremos mapear a maior quantidade de soluções para a bacia amazônica e que isso possa servir como ferramenta para investidores e pesquisadores que queiram saber mais sobre o assunto, e que isso também sirva como oportunidade de intercâmbio entre as soluções que estão sendo feitas nos países da Amazônia”, explicou Carolina Ramirez, gestora da Plataforma de Soluções da SDSN-Amazônia.

A melhor solução para desenvolver sustentavelmente a Amazônia será premiada e os autores serão levados para participar do Global Solutions Forum, na Conferência Internacional para o Desenvolvimento Sustentável (ICSD) de Nova York, prevista para acontecer em setembro de 2019 na cidade de Nova York (EUA). A conferência será uma oportunidade para apresentar o trabalho aos principais stakeholders e líderes de desenvolvimento sustentável do mundo. Além disso, a melhor solução inovadora receberá suporte de comunicação e divulgação profissional com produtos como brochura, vídeos, estratégia de mídia e suporte geral de comunicação.

SDSN e SDSN-Amazônia

A SDSN-Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável (Sustainable Development Solutions Network) existe desde 2012 com o objetivo de engajar a academia, sociedade civil e o setor privado a promoverem a resolução prática aos desafios do desenvolvimento sustentável do planeta, implementando uma agenda relacionada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e ao Acordo de Paris, em escala local, nacional e global.

Já a SDSN-Amazônia é a rede regional da SDNS na região amazônica, criada em 2014 e que visa mobilizar o conhecimento local na busca de soluções e boas práticas aos desafios para o desenvolvimento sustentável dos países da bacia amazônica (Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Guiana Francesa, Peru, Suriname e Venezuela). A SDSN-Amazônia tem papel único de promover diálogo entre universidades, centros de pesquisa, instituições e organizações sobre o objetivo final da SDSN.

Newsletter