FAS é homenageada na Assembleia Legislativa por atuação em comunidades ribeirinhas

5 de junho de 2019 - Organização recebeu reconhecimento por promover ações de conservação ambiental, desenvolvimento sustentável e melhoria de qualidade de vida de populações tradicionais em UCs. Ação faz parte da Semana do Meio Ambiente da FAS

 
Eduardo Taveira, Joana Darc, Valcléia Solidade, Victor Salviati e Fausto Junir | Foto: Divulgação

A Fundação Amazonas Sustentável (FAS) recebeu uma homenagem da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) pela atuação em comunidades ribeirinhas do Estado. A organização não-governamental foi reconhecida por promover ações de conservação ambiental, desenvolvimento sustentável e melhoria de qualidade de vida de populações em Unidades de Conservação (UC) do Amazonas. Ação faz parte da Semana do Meio Ambiente da FAS.

A homenagem foi entregue nesta terça-feira (4) pela presidente da Comissão de Meio Ambiente, Proteção dos Animais e Desenvolvimento Sustentável, deputada Joana Darc (PR), durante a Semana de Meio Ambiente da instituição, em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, 5 de junho. O presidente da ALE, deputado Josué Neto (PSD), o secretário de Estado de Meio Ambiente (Sema), Eduardo Taveira, e o deputado Fausto Junior (PV) também participaram da cerimônia. Na ocasião, outras instituições também foram homenageadas.

A superintendente de Desenvolvimento Sustentável da FAS, Valcléia Solidade, e o superintendente de Inovação e Desenvolvimento Institucional, Victor Salviati, receberam a homenagem. “É um reconhecimento pelo trabalho que a FAS realiza. Ouvimos vários depoimentos, inclusive do deputado Fausto, que visitou uma das nossas estruturas em Novo Aripuanã (RDS do Juma). Foi bonito ver a forma como demonstraram a importância da FAS e o trabalho que promovemos”, disse Valcléia Solidade.

A FAS é uma organização não-governamental brasileira sem fins lucrativos que tem a missão de promover o desenvolvimento sustentável, a conservação ambiental e a melhoria da qualidade de vida das comunidades ribeirinhas e indígenas que vivem dentro de Unidades de Conservação do Amazonas. A atuação da FAS nas UCs recebe cooperação técnica da Sema e recursos do Fundo Amazônia/BNDES, além do apoio e parceria de empresas e instituições.

Newsletter