Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra Mulheres inicia nesta segunda (25) em Manaus

24 de novembro de 2019 - Debates, palestras e exibição de documentário compõem a programação, organizada pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS), SDSN-Amazônia e SDSN-Amazônia Jovem

 
Foto: Agência Brasil

Eliminar a violência contra mulheres e meninas de todo o mundo é o objetivo do 16 Dias de Ativismo, uma campanha anual e internacional promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU) e parceiros e que inicia neste 25 de novembro, uma data instituída pela ONU, como forma de visibilizar para todos os setores da sociedade sobre a necessidade de eliminar todas as formas de violência contra mulheres e meninas, independente de raça ou classe social.

Em Manaus, a Fundação Amazonas Sustentável (FAS) em parceria com Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (SDSN Amazônia) e Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável Jovem da Amazônia (SDSN Jovem Amazônia) aderiram à campanha e, a partir desta segunda (25), promovem uma programação composta por debates, palestras e exibição de documentário. O 16 Dias de Ativismo encerra em 10 de dezembro, data em que se comemora o Dia Internacional dos Direitos Humanos.

O Papo Sustentável “Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres”, inicia às 19h desta segunda (25) no auditório da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), na rua Álvaro Braga, 351, Parque Dez, reunindo representantes do governo, sociedade civil e academia para debater sobre o que cada setor tem feito para combater a violência contra mulheres e meninas do Estado do Amazonas.

O debate contará com a participação da secretária de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), Caroline Braz, da deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB), da pesquisadora de gênero da Universidade de Brasília (UnB) Marina Brito, da co-fundadora e diretora do Instituto Mana, Fernanda Alexandrino, e da presidente da Comissão de Igualdade Racial da OAB/AM, Ana Carolina Amaral. O debate será mediado pela gerente do Programa de Soluções Inovadoras da FAS e historiadora Letícia Cortellazzi Garcia.

Para mediadora do Papo Sustentável e uma das organizadoras do evento, Letícia Cortellazzi, é primordial o Amazonas estar no radar da campanha mundial pelo fim da violência contra mulheres e meninas tendo em vista os altos índices de violência que existem no Estado.

“Precisamos trabalhar em conjunto, todos os setores do Amazonas, para mudarmos esses índices de violência que existem aqui. Desde Manaus até os interiores do Amazonas, meninas precisam ter seu direito a uma infância sem violência e mulheres precisam ter seus direitos de vida assegurados e de escolhas. Não podemos seguir fechando os olhos para esses dados que evidenciam o quanto as mulheres do Amazonas sofrem por viverem numa cultura arraigada em valores que não condizem com o mundo que queremos ter”, explicou Letícia.

25 de novembro

Papo Sustentável “Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres”
Horário: 19h às 21h
Local: Auditório da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), na rua Álvaro Braga, 351, Parque Dez

6 de dezembro

Exibição do documentário “Chega de Fiu-Fiu” seguido de debate com a documentarista Amanda Kamanchek
Horário: 19h às 21h
Local: Auditório da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), na rua Álvaro Braga, 351, Parque Dez

10 de dezembro

Papo Sustentável “Direitos Humanos e as Mulheres Indígenas”
Horário: 19h às 21h
Local: Auditório da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), na rua Álvaro Braga, 351, Parque Dez

Newsletter