Manaus sedia pela primeira vez o encontro da Aliança Água + Acesso

13 de fevereiro de 2020 - A iniciativa reúne diversas instituições que se comprometem a levar o acesso à água potável para comunidades de todo Brasil […]

 
Foto: Dirce Quintino

A iniciativa reúne diversas instituições que se comprometem a levar o acesso à água potável para comunidades de todo Brasil

Anualmente, as 15 organizações que integram a Aliança Água + Acesso avaliam o andamento dos projetos desenvolvidos e realizam o planejamento estratégico anual onde compartilham as experiências vistas nas regiões onde os projetos são desenvolvidos. O terceiro encontro da iniciativa reuniu em Manaus, parceiros, apoiadores e financiadores nesta quinta-feira (13), na sede da Fundação Amazonas Sustentável.

O direito básico à água que esteja nos padrões de potabilidade ainda não é possível para as pessoas que vivem fora das grandes cidades, entretanto, por meio do programa o acesso à água potável tem chegado às comunidades rurais de todo o Brasil. Somente no Amazonas, desde 2018, a iniciativa Aliança Água + Acesso levou o acesso à água potável para 30 comunidades ribeirinhas em nove municípios por meio da parceria a FAS e Instituto Coca-cola, beneficiando 3.733 pessoas.

Segundo a coordenadora do programa Água + Acesso, Valcleia Solidade, superintendente de Desenvolvimento Sustentável da FAS, o encontro permite a troca de conhecimento sobre as dificuldades que existem nas mais diversas realidades existentes no Brasil e a partir disso, avaliar a atuação das instituições enquanto aliança e os desafios que cada organização enfrenta.

“As ações que se aplicam à realidade Amazônica, diferem do que se aplica à realidade vista no nordeste. Por isso, ter esse momento de nos reunir para entender as especificidades dos diferentes lugares do Brasil, é muito importante para melhorar e aprimorar nossas ações. Este encontro é fundamental e rico para o fortalecimento da Aliança e para a entrega de melhores resultado das ações realizadas pelos projetos”, explicou.

O gerente de operações da WTT (instituição que integra a aliança), André Wongtschowski, explica que o encontro da aliança serve para, além de planejar, prestar contas do que já foi implementado, apresentar novos projetos a serem realizados com novas tecnologias e discutir a governança para avaliar alocação de recursos desses projetos.

“Nestes encontros nós visitamos os projetos já implementados e aproveitamos para conversar com os comunitários e líderes para melhorar o modelo de gestão comunitária da água, gerida por eles. Com o feedback deles, que estão na ponta, pensamos em novas soluções para os desafios do acesso à água”.

O próximo encontro da aliança será realizada em fevereiro de 2021, ainda sem local definido.

Iniciativa Aliança Água + Acesso

Desde 2017, a iniciativa Aliança Água + Acesso reúne empresas, institutos e organizações da sociedade civil para implementarem projetos que levem o acesso à água segura e de forma sustentável em áreas e comunidades rurais de todo o Brasil.

A aliança é formada pelo Instituto Coca-Cola Brasil, Fundação Avina, World-Transforming Technologies – WTT, Instituto Iguá, Trata Brasil, Cáritas Diocesana, Fundação Amazonas Sustentável – FAS, Central de Associações Comunitárias para Manutenção dos Sistemas de Saneamento de Seabra, Sistema Integrado de Saneamento Rural – Sisar, Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento – CPCD, Saúde e Alegria, Associação dos Produtores Rurais de Carauari – Asproc, Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES) de diferentes setores que atuam com projetos e iniciativas integradas em torno de três grandes frentes: infraestrutura para o acesso e tratamento, modelos de gestão comunitária da água e integração e fortalecimento do ecossistema.

Ao todo 200 comunidades foram impactadas e 77 mil beneficiados em todo o Brasil.

 

Newsletter