Cooperação Sul-Sul

Cooperação Sul-Sul para REDD: uma iniciativa entre Brasil e Moçambique

O projeto visa a preparação da estratégia nacional de REDD para Moçambique. Em paralelo, mecanismos de pagamento piloto estão sendo desenvolvido, com base nas experiências da FAS com a implementação do programa Bolsa Floresta no Estado do Amazonas.

Coordenação do Projeto: International Institute for Environment and Development (IIED, UK)

Parceiros:

Ministério para a Coordenação da Acção Ambiental de Moçambique (MICOA)

Ministério da Agricultura de Moçambique (MINAG)

FAS

Centro Terra Viva (CTV)

Universidade Eduardo Mondlane (UEM)

Indufor

Financiamento:

Embaixada da Noruega, Maputo

 

Mais informações

TÍTULO DO PROJETO

PERÍODO DE EXECUÇÃO

INÍCIO

TÉRMINO PREVISTO

Cooperação Sul-Sul para REDD: uma iniciativa entre Brasil e Moçambique

2009 2011 (término da Fase 1 da Cooperação)
85% do consumo de energia rural em Moçambique é derivado de lenha e carvão vegetal, consumindo cerca de 20 milhões de m³ de madeira por ano. A taxa anual de desmatamento é de 219.000 hectares por ano. Pobres das áreas rurais de Moçambique são particularmente vulneráveis a ameaças aos seus recursos naturais em função de eventos climáticos extremos, como inundações ou secas. Seu extenso litoral faz com que a nação como um todo esteja vulnerável a mudanças no nível do mar que também possam ser resultado da mudança climática.Em resposta, o governo de Moçambique assinou um memorando de entendimento com a FAS para desenvolver um projeto – Iniciativa de REDD para o desmatamento zero: uma cooperação Sul-Sul entre Brasil e Moçambique com relevância Pan-Africana. Administrado e apoiado pelo IIED, este projeto tem em vista a preparação de uma estratégia nacional de REDD para Moçambique. Em paralelo, mecanismos de pagamentos piloto estão sendo desenvolvido, com base em experiências brasileiras do programa Bolsa Floresta.

O projeto prevê projetar e testar mecanismos inovadores para o desenvolvimento de políticas públicas em Moçambique que metas de desmatamento e envolve pagamentos por serviços ambientais. O projeto se encaixa com a intenção de a crescente iniciativa parcerias florestais para fortalecer as parcerias para a silvicultura localmente controlada.

Visitas técnicas para conhecer a experiência da FAS com a implementação do Programa Bolsa Floresta foram realizadas, bem como inúmeras idas a Moçambique para apoiar a elaboração da Estratégia Nacional de REDD, em conjunto com o Governo de Moçambique e as demais instituições parceiras.

OBJETIVO GERAL
O objetivo principal deste projeto é criar as condições para que Moçambique seja capaz de embarcar na implementação de uma iniciativa REDD. O projeto está dividido em quatro áreas principais:(i) O desenvolvimento de um processo para a Estratégia Nacional de REDD – incluindo um diálogo multilateral nacional, o reforço da capacidade institucional e projetos piloto de demonstração;

(ii) A discussão sobre como implementar políticas e medidas propostas na Estratégia Nacional de REDD;

(iii) O desenvolvimento de estudos de viabilidade de mecanismos piloto de pagamentos por serviços ambientais e políticas públicas relacionadas ao REDD;

(iv) Divulgação de experiências da colaboração Sul-Sul entre Moçambique e Brasil.

PUBLICAÇÕES
South-South REDD Progress Report No. 3South-South REDD Progress Report No. 2

South-South REDD Progress Report No. 1

Project Document: Cooperacao Sul-Sul Sobre REDD

Key themes and questions for national REDD strategies

 

 

sdsn fas

sdsn fas

blogdoenvolvimento1

blogdoenvolvimento1

Newsletter