Gerenciamento de Resíduos Sólidos

 
Alunos dos NCSs separam embalagens para reciclagem | Foto: Venina Savedra/FAS

A FAS busca promover o consumo consciente e a destinação adequada dos resíduos sólidos produzidos nas comunidades ribeirinhas. Por meio do Projeto de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, são desenvolvidas atividades nos Núcleos de Conservação e Sustentabilidade (NCS) das RDS do Rio Negro, do Juma, do Uatumã, Mamirauá, em parceria com a Samsung. Na Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Negro a na RDS Puranga Conquista, a atividade recebe apoio da Tetra Pak. O projeto incentiva e orienta alunos de comunidades distantes a separarem e depositarem os resíduos sólidos – embalagens plásticas, latas de diversos tipos e pilhas – nos Pontos de Entrega Voluntária dos Núcleos da FAS. O objetivo é diminuir o descarte feito diretamente nos rios e quintais, por meio de soluções simples para a gestão de resíduos sólidos em comunidades ribeirinhas da Amazônia.

Em 2016, a FAS construiu Pontos de Entrega Voluntária nas comunidades Nova Canaã, Boa Esperança, Lago do Chita, Santa Maria, São Sebastião, Pagodão e São Tomé, localizadas na APA do Rio Negro e na RDS Puranga Conquista. Na comunidade Três Unidos, o Centro de Triagem conta com duas prensas manuais, que comprimem o volume ocupado pelos resíduos. Nas comunidades isoladas, as pilhas são a principal fonte de energia de rádios e lanternas, e elas tem espaço reservado depois que deixam de ser usadas. Em 2017 foram coletados 3.650 kg de resíduos nas UCs, que por meio de articulação da FAS, foram doados para associações de catadores em Manaus. Assim, ao mesmo tempo em que há a conservação do ambiente nas comunidades, há inclusão social dos catadores na capital.

Newsletter