Projeto Dicara

 
O Projeto atende crianças e adolescentes do interior do Amazonas | Foto: Comunicação/FAS

O Programa de Desenvolvimento Integral de Crianças e Adolescentes Ribeirinhas na Amazônia (Dicara) desenvolve ações voltadas à garantia dos direitos de crianças e adolescentes de Unidades de Conservação (UC) no Amazonas. O pUblico do Programa são as comunidades ribeirinhas, já que nestas localidades existem aspectos que levam as crianças e adolescentes a fatores de risco e vulnerabilidade social.

Entre esses fatores estão evasão escolar, menor acesso à educação de qualidade, exclusão digital e cultural, violência doméstica, exploração sexual e do trabalho infantil e falta de informações sobre cidadania e direitos, que interferem diretamente na formação básica de cidadãos para o futuro. Associado a isso está a deficiência na implementação de políticas pUblicas devido às grandes distâncias e o isolamento geográfico destas comunidades, ampliando a desigualdade em relação a jovens da capital, por exemplo.

O Dicara foi criado como estratégia para preencher essas lacunas da juventude ribeirinha, promovendo cidadania e proporcionando acesso à informática, mUsica, esporte e lazer por meio de cursos, além de orientações básicas de cidadania e atendimentos de saUde. As atividades do programa atendem gratuitamente jovens entre sete e 17 anos, numa parceria com os Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).

O Dicara é viabilizado com recursos do Banco Bradesco, Videolar-Innova, Natura, EMS e Edenred, que investem parte do Imposto de Renda devido nos Fundos Municipais da Criança e do Adolescente (FUMCAD) de cada município. A ação conta também com apoio da Samsung e Johnson & Johnson.

Confira o relatório do projeto!

Em 2016, o Programa beneficiou 1.733 crianças e adolescentes de 115 comunidades dos municípios de Carauari, Maraã, Uarini, Novo Aripuanã e Itapiranga. Além dos cursos nas áreas mencionadas, também foram realizados cursos de artesanato alinhados às tradições de cada região, como o teçume na região da RDS Amanã e as técnicas de escultura em madeira na região da RDS de Uacari. Também foram realizados seminários envolvendo temáticas específicas para tratar de assuntos educativos e pedagógicos junto aos moradores das comunidades participantes do Programa.

Newsletter