Monitoramento Ambiental

A FAS implementa o Programa de Monitoramento Participativo das UCs do Programa Bolsa Floresta (PPDUC), em parceira com o Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon). Este é dividido em dois eixos: monitoramento do desmatamento e degradação (focos de calor) feitos periodicamente com dados oficiais do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE); e monitoramento participativo com atividades de sensibilização e treinamentos de comunitários para calibração de imagens de satélite.

O PPDUC utiliza uma ferramenta desenvolvida pela Google e a Universidade de Washington, o Open Data Kit (ODK), que permite aos ribeirinhos informarem, por meio de um smartphone, dados detalhados sobre o uso do solo nas reservas, aumentando a eficiência no monitoramento do serviço das florestas.

Com a tecnologia, usada com apoio do CEUC, eles podem registrar informações sobre atividades, localização e causa do desmate. O objetivo é qualificar os dados de desmatamento e melhorar o conhecimento sobre a dinâmica da utilidade do solo nas UCs do PBF.

São gerados relatórios anuais de desmatamento, além de análises mensais de agosto a dezembro sobre focos de calor. Em 2014, os dados foram positivos: as UCs com o Bolsa Floresta apontaram desmatamento e focos de calor menor do que as áreas não atendidas pelo programa. No caso do desmatamento, a diferença chegou a 50%, enquanto nos focos de calor o nUmero foi de 27%. FAS implements the Bolsa Floresta Program??s Community Monitoring (PPDUC), in partnership with the Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon). It??s divided in two axis: monitoring of the deforestation and degradation (heat focuses), made periodically with official data from the Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE); and participatory monitoring with awareness activities and trainings of communitarians to the calibration of the satellite images.

Newsletter