Edital Floresta em Pé : FAS Amazonas

Fomentar as alternativas econômicas sustentáveis, associadas à redução do desmatamento e da vulnerabilidade social, foi o que originou a criação do Edital Floresta Pé. Entre 2017 e 2019, a FAS, juntamente com o Fundo Amazônia, selecionou e financiou projetos de organizações de direito privado, sem fins lucrativos, formais e regularizadas, a serem implementados em áreas de entorno e mosaicos de unidades de conservação e corredores ecológicos do Amazonas.

Além do apoio financeiro, os projetos contaram com capacitações e assessoria técnica em gestão de projeto por 18 meses. Nove etapas fizeram parte da metodologia do edital que engloba a chamada pública, investimentos e acompanhamento de projeto. No total, foram 181 propostas submetidas de 33 municípios, sendo 17 projetos aprovados. Entre 2018 e 2019, período de execução dos projetos, o edital obteve como resultado o repasse de R$ 2,5 milhões para as organizações, beneficiando 1.547 famílias de 126 comunidades, em 12 municípios do Amazonas. As associações desenvolveram projeto para melhoria de 11 cadeias produtivas.
O processo de aprendizagem e a sistematização do conhecimento adquirido é muito importante para o êxito de práticas em gestão de projetos. As lições aprendidas do Edital Floresta em Pé mostraram que esse projeto-piloto foi bem sucedido para a FAS e o Fundo Amazônia no que tange à pequenos e médios empreendimentos no interior do Amazonas. As principais lições aprendidas do projeto foram elencadas em três grupos de aspectos:
a) relações institucionais, associativismo e cooperativismo;
b) Gestão administrativa;
c) Gestão financeira e de produção.
Para além da combinação de investimentos diretos com assessoramento em gestão de projetos e produção de manuais, o Edital Floresta em Pé, proporcionou o engajamento de empreendedores com as comunidades e entre eles, e de forma espontânea, surgiu uma rede de aprendizagem e troca de experiências que será continuada mesmo após o fim do  projeto.